PORTALAZAMERICA
Recomendamos
PORTALAZAMERICA
Recomendamos
PORTALAZAMERICA
Recomendamos
PORTALAZAMERICA

PORTALAZAMERICA
Erro ao acessar o xat entre nesse link >> Clique Aqui
BEM VINDO AO CHAT DO PORTAL AZ AMERICA! Temos Atualização AZ AMERICA, ATUALIZAÇÃO AZBOX, ATUALIAÇÃO DUOSAT, ATUALIZAÇÃO TOCOMSAT, ATUALIZAÇÃO TOCOMLINK, ATUALIZAÇÃO CINEBOX, AZAMERICA, AZBOX, DUOSAT,TOCOMSAT, TOCOMLINK, FREESKY, DREAMBOX, AZGOLD, AZ-AMERICA, GLOBALSAT, GIGABOX, MEGABOX, AKBOX, ALPHASAT, AMERICABOX, ATLAS, ATV, AUDISAT, AZ AMÉRICA, AZBOX, AZCLASS, AZFOX, AZFREE, AZGOLD, AZPLAY, AZPLUS, AZSAT, AZSKY, BOXAT, CINEBOX, CLONES, CLOUD HD, DONGLES, DREAMBOX, DREAMEDIA, DUOSAT, EUROSAT, EVOLUTIONBOX, FREEI, FREESATELITE, FREESKY, GALAXY, GENIO, GIGABOX, GLOBALSAT, GO SAT, ITV, MAXFLY, MEGABOX, MIUIBOX, NAZABOX, NEONSAT, NETFREE, NEWSAT, OMEGA, ONDUO, OPEN, OPENBOX, PERABOX, PHANTHERSKY, PHANTOM, PREMIUMBOX, PROBOX, SATBOX, SHOWBOX,SKYBOX, SKYSAT, SMARTBOX,SMARTONE, SONICVIEW, STARBOX,STREMIOBOX, SUPERBOX,TELEISAT,TOCOMBOX – TOCOMSAT, TOCOMLINK, TOCOMFREE, TOPFREE, TUNING UP, ULTRA-BOX, VIUBOX, VIVOBOX, VOLCANOBOX, ZATBOX, ZBOX e muito mais...!


Recomendamos
PORTALAZAMERICA
Portal Recomenda
PORTALAZAMERICA
Recomendamos
CONCERTO DOS DECOS
GANHE DINHEIRO MINEIRANDO BITCOIN
PORTALAZAMERICA

฿ Conheça o Mundo de Bitcoin ฿



14 abril 2016

Satélites começarão a ter manutenção e reabastecimento em órbita



satelites

O mercado de satélites tem ganhado muito destaque na mídia em função de inovações importantes como o surgimento de foguetes reutilizáveis, sobretudo com o sucesso de lançamentos seguidos de pousos controlados de lançadores da Space X e Blue Origin. Mas existe uma tendência igualmente impactante e que promete revolucionar a indústria de comunicações via satélite: o reabastecimento e manutenção de satélites em órbita, inclusive satélites geoestacionários, que ficam posicionados no espaço a 36 mil km em relação à Terra. Estes satélites, desde que passaram a ser utilizados, sempre foram considerados "descartáveis". Seu tempo de vida durava tanto quanto o combustível necessário para mantê-lo em órbita, num ciclo de vida que variava entre 15 e 20 anos, a depender da quantidade de combustível remanescente do lançamento e do uso do satélite (o maior gasto de combustível se dá no posicionamento inicial ou em manobras de reposicionamento). Outro grande desafio era a impossibilidade de fazer reparos ou ajustes de hardware nos satélites depois de lançados, o que torna o planejamento e o seguro dos equipamentos muito dispendioso e o risco da operação extremamente alto.
Os satélites defeituosos são dados como perdidos e precisam ser substituídos, com todos os custos de construção e lançamento. Já os satélites funcionais em geral permanecem em operação até o final de sua capacidade de navegação e controle por falta de combustível, quando então são descartados mesmo que as funções eletrônicas permaneçam em pleno funcionamento.
A Orbital ATK, fabricante de satélites, anunciou esta semana um acordo com a Intelsat (uma das maiores operadoras globais de satélites geoestacionários) para estabelecer "serviços de reparos e extensão de vida útil de satélites". A Orbital ATK informa que vai "construir, testar e lançar o primeiro veículo comercial de serviços" (Commercial Servicing Vehicle – CSV), que permitirá operações de logística e manutenção. O Mission Extension Vehicle-1 (MEV-1) será lançado em 2018 e, passando nos testes, começará a sua missão de estender a vida útil de satélites da Intelsat em 2019. A empresa não dá detalhes do tipo de procedimento que será realizado nem em quais satélites já em operação isso será possível.
Segundo declarou em comunicado o presidente da Orbital ATK, David Thompson, "existe necessidade vital para serviços que ampliam a vida útil de satélites antigos e que ainda estão plenamente operacionais, tanto nos segmentos de satélite comerciais quanto governamentais. Estamos iniciando uma nova etapa com a ampliação da nossa frota de veículos espaciais que prestarão diversos tipos de serviços no espaço".
Já Stephen Spengler, presidente da Intelsat, declarou no mesmo comunicado que "considerando o tamanho da nossa frota de satélites, toda tecnologia que amplia nossa flexibilidade em órbita nos permitirá atender melhor nossos clientes, como é o caso da extensão da vida útil de um satélite saudável. Adotamos o conceito do serviço em órbita e temos orgulho de sermos pioneiros com a Orbital ATK nessa inovação que promove uma relevante mudança".






AJUDE O PORTAL AZ AMERICA
Qualquer doação é bem aceita ....

Conheça nossos Canais > YOUTUBE | FACEBOOK | TWITTER
Receber Atualizações